Amigos 7 de agosto de 2014
Vista Chinesa oferece paisagem privilegiada do Rio de Janeiro

Rio_de_Janeiro _Vista_Chinesa_Site_Riotur_1000x666

A história desta atração começa com os chineses que, no século 19, migraram para o Rio de Janeiro para cultivar chá. Eles abriram uma estrada que ligava o bairro do Jardim Botânico ao Alto da Boa Vista. Também ergueram uma construção chamada “Casa das Chinas”, com cobertura de sapê, para a contemplação da paisagem a aproximadamente 380 metros do nível do mar.

Anos mais tarde, em 1903, durante a administração do prefeito Pereira Passo ergueu-se o atual pagode, um projeto de Luis Rey, inspirado na construção original dos chineses. A estrutura imita troncos de bambu e destaca nas gárgulas (calhas laterais ornadas) a figura de um dragão.

A Vista Chinesa fica dentro do Parque Nacional da Floresta da Tijuca. Lá do alto tem-se uma vista privilegiada do Rio. É possível ver o Cristo Redentor, a Baía da Guanabara, o Pão de Açúcar, a Lagoa Rodrigo de Freitas e as praias do Arpoador, Ipanema e Leblon.

O mirante atrai cariocas e turistas, especialmente nos dias ensolarados. Dá para chegar de carro, táxi, a pé ou de bicicleta. As duas últimas opções não são recomendadas para iniciantes, pois é necessário um bom preparo físico para enfrentar a subida íngreme do percurso.

Como chegar:

Para subir de carro: O acesso é feito pelo bairro do Jardim Botânico. Siga pela Rua Pacheco Leão e acompanhe as placas indicativas para o Parque Nacional da Floresta da Tijuca.

Para subir caminhando: Pegue o ônibus da linha 409 e desça no ponto final, no Horto. Siga pela estrada até a entrada Parque Nacional da Floresta da Tijuca. A entrada é gratuita.

 

VISTA CHINESA
www.parquedatijuca.com.br