viajar com deficiente físico
Dicas 20 de dezembro de 2019
Viajar com Deficiente Físico — Confira 4 Dicas para Uma Viagem de Sucesso!

Viajar com deficiente físico não precisa ser nenhuma tarefa complicada. Por precisar de acessos adequados, é importante que o destino e a hospedagem contem com a estrutura correta para o hóspede se sentir à vontade. 

Além disso, outros fatores devem ser levados em consideração para garantir uma viagem agradável para todos. 

4 dicas para viajar com deficiente físico

Confira quatro pontos de atenção para viajar com deficiente físico tranquilamente e fugir de contratempos que podem ser evitados na fase do planejamento da viagem:

1. Atendimento

Ao procurar por hotéis, verifique se existe atendimento preparado para os portadores de necessidades especiais (PNE). Muitas vezes, existem funcionários que ajudam a locomover a cadeira de rodas, por exemplo, até o quarto do hóspede. 

2. Pontos turísticos

Antes de começar a programar uma viagem, é importante se atentar à infraestrutura da cidade destino.

É indispensável que o acesso aos pontos turísticos sejam apropriados para a cadeira de rodas, com rampas ou elevadores.

O ideal para as rampas, por exemplo, é que sejam antiderrapantes, feitas na medida padrão, sem declives ou rachaduras e que seu tamanho seja equivalente a seis degraus de escada. 

Já para os deficientes visuais, por exemplo, é importante que haja sinalização de piso nas ruas, principalmente perto de semáforos e transporte público, como o metrô. 

3. Transporte

Para chegar até o destino desejado, você pode viajar com deficiente físico tanto de avião como de ônibus. Caso prefira mais comodidade, pode optar pelo carro. 

Já se sua opção for o ônibus, saiba que, desde 2013, pessoas com deficiência física que apresentam carência e baixa renda podem ter direito ao passe livre. Basta se cadastrar no site da Agência Nacional de Transporte Terrestre (ANTT) para garantir esse direito. 

4. Infraestrutura do hotel

Não adianta escolher um hotel incrível, mas não se atentar para a infraestrutura dele. Assim como os pontos turísticos, os elevadores e as rampas são indispensáveis para garantir o acesso ao local.

Desde o estacionamento ou entrada no estabelecimento, é necessário que as rampas sejam implementadas às calçadas ou passeio, com as medidas corretas estabelecidas pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).

Além disso, o hotel deve contar com corrimão e pisos antiderrapantes nos quartos e áreas de lazer. As portas e elevadores também devem conter indicações em relevo.

Com a Atlantica Hotels você pode garantir viagens incríveis com a comodidade que você merece. Para saber se nossos hotéis possuem acesso para deficientes físicos, verifique o item de informações sobre acessibilidade do hotel desejado.

Feito isso, agende sua estada e desfrute de um passeio memorável! Para mais assuntos assim, continue acompanhando o blog da Atlantica Hotels.