Cultural 3 de fevereiro de 2015
Jardim Botânico de Curitiba é uma das Sete Maravilhas do Brasil

CURITIBA_MATERIA_Jardim_Botanico_Foto_Cesar_Brustolin_SMCS_1000x667
Foto:  Divulgação Prefeitura de Curitiba / Foto: Cesar Brustolin/SMCS

São 52 m2 por habitante. Curitiba é assim, uma das cidades com melhores índices de área verde do país: parques, árvores, flores, onde quer que você ande a natureza salta aos olhos. E se há uma coisa da qual o curitibano se orgulha é do planejamento urbano focado no bem-estar de seus cidadãos.

Dos pulmões da capital paranaense, o Jardim Botânico é o mais famoso. E um dos mais queridos. Inaugurado em 1991, é repleto de alamedas com desenho paisagístico cuidadosamente estudado, composto por ricos exemplares da flora brasileira e internacional. Mas o que brilha aos olhos do visitante é a espetacular estrutura de metal e vidro em estilo Art Nouveau, impossível não se impressionar.

Inspirada no Palácio de Cristal de Londres, do século XIX, a estufa climatizada abriga espécies da Floresta Atlântica como Caraguatá, Caetê e Palmito. Cartão-postal da cidade, em 2007 tirou o primeiro lugar numa eleição para escolha do monumento que integraria as “Sete Maravilhas” do Brasil. Olhando para a foto acima, é fácil entender por quê.

No total, o Jardim Botânico de Curitiba oferece 278 mil metros quadrados de encantamento com bosque com Mata Atlântica preservada, Museu Botânico, auditório, centro de pesquisa, biblioteca e o quarto maior herbário do país. E mais: no Espaço Cultural Frans Krajcberg, 114 obras do artista e ambientalista polonês que empresta o nome ao espaço estão disponíveis ao público em exposição permanente.

É para passar o dia e recordar para o resto da vida.


JARDIM BOTÂNICO DE CURITIBA

End.: Rua Eng°. Ostoja Roguski, s/n°, Jardim Botânico.

Tel.: (41) 3264-6994 (Administração) / 3362-1800 (Museu).

Funcionamento: Das 06h00 às 20h00, no verão, e às 19h30, no inverno.