Gastronomia 10 de maio de 2016
Ice Bode tem nome irreverente e sorvetes criativos

Tudo começou com uma fábrica de sorvetes, fundada por Jorge Expedito Paiva de Oliveira. Adivinha o apelido dele? Acertou, Bode. Com a irreverência característica dos nortistas brincou-se com a palavra ice, de ice cream (sorvete, em inglês) e assim nasceu a IceBode.

A primeira sorveteria em Belém foi instalada na Av. Visconde de Souza Franco. Além dos gelados, a casa também oferecia lanches caprichados e logo ganhou fama. Uma segunda loja foi aberta no Shopping IT Center. Depois, no Iguatemi. E mais uma, e outra e, pronto, a rede não parou mais de expandir.

BELEM_MATERIA_Site_Ice_Bode_EDITADA
Foto: Site / IceBode

Hoje são 15 unidades, incluindo interior do estado, Maranhão e Amapá (veja os endereços no site). Entre elas, a maior sorveteria e lanchonete de Belém, a IceBode Docas, uma superestrutura com espaço Kids, salão de festas e estacionamento.

Pessoas fazem fila para provar delícias como os sabores Pavê de Cupuaçu (doce de cupuaçu e biscoito champanhe com raspas de chocolate), Paz e Amor (açaí mesclado com tapioca docinha) e Romeu e Julieta (sorvete de queijo cuia com pedaços de goiabada).

Destaque para o especial da casa IceBode (sorvete de queijo com pedaços de queijo cuia e doce de cupuaçu. E os inusitados Banana com Nutella e Ferrero Rocher (chocolate italiano e creme de avelã). Hum!


ICE BODE

Site: http://www.icebode.com.br/