Roteiros 1 de julho de 2014
O que fazer em Aracaju em dias de chuva

Quem, por ventura, pegar um dia com chuva na capital sergipana não precisa pensar que é falta de sorte. As opções de passeio para levar a família para um passeio indoor são diversas e educativas. Confira as nossas dicas.

1. Palácio Olímpio Campos

118

A antiga sede do governo do Estado e residência do governador retrata boa parte da história de Sergipe, bem como seu surgimento, com móveis e artigos antigos em perfeito estado de conservação. A visita ainda é acompanhada por guias especializados que contam a história não só do Palácio, mas também dos governos que por ali passaram. Em frente ainda há uma feirinha para comprar lembrancinhas locais.

Pça. Fausto Cardoso, s/n, Centro.
www.palacioolimpiocampos.se.gov.br

2. Museu do Homem Sergipano

O museu que conta em detalhes a história do nordestino sergipano. Ele destaca-se não só por sua beleza, mas também pela tecnologia empregada, que realça cada detalhe que é observado. É possível interagir também com o que ocorre no cotidiano do sergipano, como, por exemplo, falar com um feirante virtual.

Também há um espaço bastante especial, totalmente dedicado à literatura de cordel. Por lá, é possível conhecer diversos títulos e interagir com Seu Cordel. Em outra instalação permanente, o visitante pode observar-se em um espelho com a vestimenta típica das festas sergipanas.

R. Estância, 228 – Centro. Telefone: (79) 3302-5840
www.museudagentesergipana.com.br

3. Colina e Igreja Santo Antônio

Ponto mais alto da cidade, tem uma vista privilegiada da cidade de Aracaju. Ainda assim, vale a pena visitar a Igreja Santo Antonio e o seu extenso e bucólico pátio. À sua volta,  ainda há os diversos casarões que marcaram a época da Aldeia de Santo Antônio, no século XVII.

Bairro de Santo Antônio, s/n, St. Antônio.

4. Museu do Artesanato de Sergipe

119

Esse prédio antigo próximo à Catedral reúne não somente o artesanato local, mas também o de outras cidades nordestinas – ótimo para quem quer comprar lembranças da região e está sem muito tempo. Além dos produtos de beleza ímpar (como a famosa renda Renascença), os vendedores são simpáticos e costumam tratar muito bem seus visitantes.

Praça Olímpio Campos, s/n, Centro.